terça-feira, outubro 26, 2010

Finalmente.

Consegui chegar a casa a horas decentes para conseguir fazer alguns TPC's e trabalhos sem ser à pressa. E ainda conto em dormir cedo. Tomara que fosse mais vezes assim.

quinta-feira, outubro 14, 2010

Quem corre por gosto não cansa.

Está a ser mais doloroso que qualquer coisa na minha vida, mas é dor de prazer em vez de sofrimento. É ultrapassar limites todos os dias, é descobrir-me. Estou viver a MINHA vida.
E estou a amar.

sexta-feira, outubro 01, 2010

Rituais.

Um dos meus, é tomar um longo banho de imersão, com muita espuma, para me preparar para grandes acontecimentos.
Não há melhor para tranquilizar e relaxar.

segunda-feira, setembro 27, 2010

O meu/nosso ideal de futuro.

Imaginamo-nos daqui a uns aninhos a viver num T3, com um quarto para cada um, e o terceiro para ambos, cada um sentado com o seu mac sobre o colo, com imensos livros espalhados pelo chão ao redor da cama, e muito, muito felizes.

quinta-feira, setembro 23, 2010

Lazy Days.

Com o final das férias a chegar, cada vez faço menos, e penso mais quando chega o derradeiro dia em que vou voltar a tornar os meus dias produtivos.
O que eu gostava mesmo, mesmo, mesmo, para ter um final de férias perfeito, era que viesse uma chuvinha, para me poder deliciar ainda mais, metida no sofá, debaixo da mantinha, com o portátil, um livro, o comando da TV, e alguns pacotes de bolachas e afins, tudo à distância de um braço.
Só falta a chuva.

quarta-feira, setembro 22, 2010

Estranho, mas estranho.

Após ter adormecido num longo sono de 21 horas na noite de antes de ontem, desde que acordei ontem, que estou com umas dores de cabeça infernais, que se intensificam a cada passo que dou, e teimam em não desaparecer, nem com o analgésico mais forte comercializado nas farmácias. Vou dormir sobre o assunto para ver se passa.

quinta-feira, setembro 16, 2010

Baby, Thank God You're Here

Carrossel

"Tantas voltas dá a vida,
Tantas voltas dá o Mundo,
E depois, volta não volta,
Muda tudo num segundo."

quinta-feira, setembro 02, 2010

Avante

PS: NÃO sou comunista. Só 3 dias por ano -.-'

terça-feira, agosto 31, 2010

Ghosts n Stuff

Pergunto-me se vaguearás por entre as tuas histórias como um fantasma, sugando aqui e ali, apenas colectando em si emoções passadas, que só se puxam de volta por algo que o justifique.
Eu vagueio como um fantasma, mais real, na tua própria vida, tão invisível, que não dás por ele, mas que está sempre presente.

segunda-feira, agosto 23, 2010

I love rainy days

Especially when they are least expected, but still, convenient.

terça-feira, agosto 17, 2010

Wherever life takes you, at the end of the day I'll be waiting for you at HOME.

sexta-feira, agosto 13, 2010

Todo high.


Estava eu toda entretida num jogo online, à procura de alguém para atacar, e vi um tipo que dava pelo nome de "Bob Marley", como achei piada, decidi atacá-lo. Quando para surpresa minha, o jogo estava mais real do que eu esperava, o tipo falhou cerca de 75% dos ataques que fez contra mim.

Não deixes a "religião" que não é preciso. Ou como diria Camões "as brocas e os canhões assinalados".

Coisas de ser mulher #5

Andar com a maquilhagem atrás, e andar a retocá-la sempre que necessário é tramado que nem vos conto.

Hábitos #1

Um dos montes que tenho, é sempre que caio de pára-quedas num novo blogue tenho que ir aos arquivos mais remotos para ler o primeiro post de todos. É uma certa convicção de que diz muito acerca do escritor, e do blogue em si.

terça-feira, agosto 10, 2010

Coisas de ser mulher #4 - Bunch of pervs.

Porque é que quando me arranjo um bocadinho mais que o costume, me aparece sempre algum marmanjo que na eventualidade de não perguntar "Desculpe, mas não nos conhecemos noutra ocasião?", acaba a gaguejar entre pausas para engolir a saliva?

Just like a statue.

A natureza pára-me estática e imponentemente à frente, consciente da minha impotência para a aprisionar.

terça-feira, agosto 03, 2010

No final a juventude é que é feita otária!

Os velhinhos também gozam... Quando eles vos disserem "Adeus" em vez de "Olá", lembrem-se disto, que estão a levar baile ou a serem despachados. E como os velhinhos são solitários, não têm motivos para despachar ninguém, se o fizerem é porque estão a tramar alguma!

Coisas de ser mulher #3

Estou para conhecer a primeira mulher que consiga passar um dia inteiro, mesmo que dos menos atarefados, com tudo nos bolsos e não na mala.

quinta-feira, julho 29, 2010

É assim que se conhecem pessoas novas, conhecendo melhor as que já "conhecemos".

Com cada amizade aprofundada, abrem-se portas para novos círculos de amigos, e assim se estabelecem novas conexões.

terça-feira, julho 27, 2010

Facebook.

Eu ando cada vez mais convencida que a grande generalidade das pessoas que têm facebook, dentro dos meus círculos de amigos, andam a competir com toda a gente, para ver quem tem as férias aparentemente mais divertidas.

quinta-feira, julho 08, 2010

Inspiração como gente.

Por querer ou não querer, deixo a sensibilidade para lá do que apenas quero ver agora.
Ela não insiste, eu também não a procuro.
Procuro-a e ela não vem. Chamo, alicio, chantagio, e continua sem aparecer.
Quando tudo está bem, nem tudo bem está. E é nessas alturas que ela surge.
Primeiro sorrateira, tentando passar despercebida, e logo ganhando pujança, revelando-se como gente grande, qual polvo preparando seu manjar.
De espírito de contradição como ninguém, penso que é pessoa, quando nem físico é.
Preciso tanto dela, que tira serenidade a dias de chuva, e alegria a dias de sol; põe a direita na esquerda, e a esquerda na direita, o baixo em cima, e o cima em baixo.
No final, trazendo o que traga como bagagem, tenho-lhe sempre a porta aberta, e com a maior hospitalidade a recebo.
Volta sempre.

quinta-feira, abril 29, 2010

Hoje chorei duas vezes de alegria.

Quando apesar das adversidades da vida surge um escasso momento de felicidade.
Hoje o sol brilha, uma vez mais.

terça-feira, abril 13, 2010

A melhor parte de um espectáculo são os bastidores.

A escrita mais profunda, não é aquela que se tem que ler muitas vezes para se entender, mas sim aquela que parece só fazer sentido à primeira leitura.

sábado, março 20, 2010

Crise Existencial Literária.

Sou ingénua e cativante contadora de histórias. Que envolvem, prendem e motivam.
Sou escritora de mágoas, rixas e desilusões. Que tocam, magoam e pouco contam a quem pouco sabe.
Sou pintora de traço limpo e mão firme. E esboços não consigo fazer, pois a realidade não é tão perfeita assim.
Sou fotógrafa de mil olhares, que a história da humanidade contarão, quando o Homem se esquecer quem foi.
Sou mulher de força e coragem, a quem os seus devem gratidão, mas não o fazem.
Sou humana de corpo e alma, a quem muito dói e pouco sente.
Sou EU, que amo homens e mulheres, crianças e velhos, saudáveis e doentes, ricos e pobres, artistas e cientistas, limítrofes e intelectuais.
Que faço história e sou ninguém. Que penetro almas e não recordo faces. Que te amo e não sou amada. Que me julgo importante, mas vim e acabarei, do mesmo, e no mesmo sitio que todos os outros.

Era guitarrista.

Uma vez conheci um rapaz que arranjava as unhas e não era gay nem metrosexual.

segunda-feira, março 15, 2010

Os médicos chamam-lhe esgotamento psicológico, eu chamo-lhe Overclock.

Da maneira como a minha vida anda neste momento, existe algo que pode vir a acontecer, e temo-o, porque sei que comigo quando vacila demora a levantar de novo.
É tramado estar naquela idade em que somos suficientemente grandinhos para cumprirmos os nossos deveres, mas não para beneficiarmos dos nossos direitos.

terça-feira, março 09, 2010

Pode ser apenas uma miragem, após tanto tempo no deserto.

Já não me lembrava como era adormecer a pensar em ti sem mágoa no peito, e acordar com o sabor adocicado de sentir vida a correr-me nas veias.
Das músicas que soam por coincidência, que me levam a pensar em ti, a bater o pé ao ritmo da música e a dançar embalada por elas e por tudo o que de bom voltei a ver dentro de mim.
De receber uma mensagem e ficar com um sorriso parvo na cara, que agora se alguém o constatar se torna maior ainda.
De ser tão optimista que até receio estar a sê-lo demais.
De olhar pela janela, ver o sol, ouvir os passarinhos, e já não me causar repulsa e dar vontade de ficar em casa, mas sim o contrário.
Voltei a ter vontade de ser uma pessoa ainda melhor do que já me fizeste até agora, de aproveitar ainda mais a vida, do que a minha vontade natural já me incitava.
Voltas a inspirar-me daquela maneira tão pura e genuína, que apartir desse recurso já mal consigo criar, de tão perfeito ser.
Só preciso da cereja no topo do bolo. Diz-me que isto não é o melhor sonho da minha vida, e devolve-ma, da melhor maneira que sabes.

Coisas de ser mulher #2

Esticar o cabelo em dias de chuva, andar todo o dia a carregar com o guarda-chuva feita mula, andar a fazer danças loucas pela rua para passar em sítios onde o dito não passa para nunca apanhar com uma única pinga de água no cabelo e ainda assim o filho da p*** arranja maneira de encaracolar.

Coisas de ser mulher #1

Não ter umas únicas meias de vidro que sobrevivam a um dia vestidas.

Personalização.

Tenho a mania de personalizar imensas coisas. Cozer estampados a mochilas e malas, fazer desenhos, colar autocolantes, passa por tudo. As minhas mais recentes ideias são desenhar um mega símbolo da paz na parede, mesmo por cima da cama; e a outra, é colar letras vermelhas na janela do quarto a dizer "QUEBRAR EM CASO DE EMERGÊNCIA".
E agora passo a explicar os motivos de ainda não ter posto em prática nenhuma das duas:
Ora, o primeiro está em stand by, que já há muito que ando a pedir muito muito muito, assim tipo "Oh mamã vá lá, vá lá, vá lá" e ela continua sem deixar. É um dia destes chegar e dá de contas com umas paredes estilo ala pediátrica.
A segunda, é mesmo porque moro num prédio, num andar relativamente alto, em que se alguém se atirar é capaz de ir urgentemente para outro mundo, ou com ainda mais urgência para algum local onde dão muita (morfina) para a veia. E não digo isto naquela que em caso de emergência alguém vá mesmo usar esse recurso, é porque as minhas visitas nem sempre são das que melhor batem da bola, e mesmo sem ser necessário ainda se atiram só porque a janela deu a ideia.

You're My Shining Star.

Sempre que ela cá estava, fazia mau tempo.


Se tivesse que escolher entre ti e o Sol, não hesitaria.

Escrevi, pensei e apaguei (o sms).

sábado, março 06, 2010

Porque eu sou do tamanho do que vejo.

E não, do tamanho da minha altura.

Alberto Caeiro in Da Minha Aldeia

Há músicas que apetece ficar a ouvir pela noite dentro.

embalando os pensamentos que não se quer que desvaneçam.

Destino, Karma ou wtv.

Há pessoas que sabemos desde o inicio que estão destinadas uma à outra.

We're back to business baby.

O meu intelecto ultrapassou uma mutação, como que semelhante a uma phoenix.
Vejo aquele período, como um retiro para evoluir o meu carácter e rever as minhas prioridades.
Volto revigorada, de horizontes mais amplos, e sobretudo, não estou disposta, mas tenho sim como obrigação para comigo mesma, ampliá-los ainda mais.

sexta-feira, março 05, 2010

Gimme All Your Lovin'.

Questiono-me se esta vez poderá ser como aquela  em que dizias que "não", e afinal era "sim".
És inconstante.

segunda-feira, março 01, 2010

Não sou muito equilibrada, mas gosto de estar rodeada disso.

Gosto de equilíbrio. Por isso, gostava que não houvessem alturas de tédio, de extrema felicidade, e de extrema infelicidade, assim... separadas, mesmo em fases. Deixo o tédio de fora, e venham as duas outras, em doses modestas, sem exageros, a atirar para o fifty fifty. Se puder vir felicidade em maior quantidade melhor, que eu depois mando a minha secretária tratar dos excedentes de infelicidade.

domingo, fevereiro 28, 2010

Relações especiais.

Existem barreiras invisíveis que nos separam sem darmos por isso.
Assuntos tabu, apenas em momentos de coragem e espírito bravo são quebrados.
Pensamos ser o fim das barreiras que não vemos, mas sabemos existir.
Permiti-mo-nos a gestos de afecto, partilhas intensas e revelamos pensamentos e sentimentos.
O quão importante és para mim, que sempre soubeste, mas colocavas em dúvida.
Pequenos pormenores que te são tão importantes e não me contavas por amor à dignidade.
Tal como a nossa atenção, fugazmente se dissipa o momento, e as barreiras reassumem seus postos.

P.S.: I Love You.

Daniel: I don’t mean to throw this at you from left field, but what do women want? I mean, I can’t figure it out. They want us to ask, they don’t want us to ask. They want us to make a move, not make a move. They want us to be on bottom, they want us to be on top. Use hair products, don’t use hair products. What do you people want?
Holly: I’ll tell you, but you have to promise not to say I told you.
Daniel: I-I swear.
Holly: Because it’s a sacred secret.
Daniel: Sacred secret.
Holly: You ready? You sure?
Daniel: Yeah, I think so.
Holly: Come here. [whispers] We have absolutely no idea what we want.
Daniel: I knew that! Son of a bitch!

quarta-feira, fevereiro 24, 2010

domingo, fevereiro 21, 2010

As 5 fases que precedem a morte. - Após ruptura de um relacionamento.

Segundo especialistas, existem 5 fases por que se passa quando deparados com a morte. E que por coincidência, são idênticas após o fim de um relacionamento:

Negação: Não se aceita o facto de a vida/relacionamento estar para acabar, ou ter acabado.

Revolta: Surge a raiva e indignação face à situação/pessoa.

Negociação: Tenta-se negociar de todas as maneiras possíveis imaginárias, seja com quem for, na esperança que sirva de algo.

Depressão: Nada pode ser feito e resta chorar, lamentar e pensar em tudo o que foi marcante.

Aceitação: Em desespero, já nada mais é possível fazer, e resta deixar que tudo aconteça, independentemente das suas vontades.

Cultura - Esperteza - Inteligência

Cultura - substantivo, feminino. Desenvolvimento intelectual; sabedoria.
A cultura, adquire-se. Está ao alcance de qualquer pessoa, e basta esta estar interessada, para que lhe seja possível alargar os seus horizontes.

Esperto - adjectivo. Astuto.
Pode ser uma qualidade, ou um defeito, depende do ponto de vista. Também pode ser adquirido, mas é um processo complexo, que depende das vivências pessoais e da própria personalidade da pessoa, a muitas pessoas simplesmente não lhes é possível adquirirem esta qualidade/defeito.

Inteligente - adjectivo. Que compreende com facilidade; que raciocina; atilado; sensato.
Na generalidade das ocasiões é algo com que se nasce, e dificilmente ou nunca, se consegue fazer com que alguém desenvolva a sua mentalidade do zero, até este ponto.

Na minha opinião, estas são três características indispensáveis a qualquer indivíduo. Que apesar de não garantirem, são de certeza extremamente importantes para o seu sucesso na vida, em todos os campos.

Só mais um blogue com título francês.

Já estava para acontecer há algum tempo. Começou comigo a levar o rato de mão dada pelo ecrã, clicando aqui, e ali. E quando dei por mim, sem sequer pensar muito no nome que lhe havia de dar, cá estava eu, mais uma, entre tantos e tantos escritores de blogues.
Não explicarei o porquê do nome ter surgido tão fácil e genuinamente, ficará ao vosso critério interpretá-lo, bem como tudo o que aqui surgir.